Quer Ganhar US$20 Milhões?

fevereiro 22, 2008

Google e X Prize Anunciam Corrida Robótica à Lua.

Google Lunar X Prize A competição é internacional, financiada principalmente pelo capital privado (pelo menos 90%) e as inscrições vão até 31 de dezembro de 2010. Basta fazer um robô aterrizar na lua com toda a segurança e alcançar vários objetivos da missão, inclusive vagar pelo solo lunar por, pelo menos, 500 metros e enviar imagens, vídeos e dados para a Terra. O total de prêmios é US$ 30 milhões, sendo que o primeiro colocado leva US$ 20 milhões e o restante é dividido com os demais participantes vitoriosos.

Continue lendo »


Pró ou Contra?

fevereiro 13, 2008

Microsoft cativa adolescentes com “MyBytes”.

E lança campanha educativa sobre propriedade intelectual. Continue lendo »


Banda Larga do Espaço Branco, Melhor e de Baixo Custo

fevereiro 1, 2008

“Espaço Branco”: O Futuro da Internet, Sem Fio.

Quem pensa que WiFi e WiMax são a última palavra nesse gênero está enganado.

Autorizada, pelo FCC em 18 de janeiro de 2008, a segunda fase de testes com aparelhos protótipos que utilizam radiofreqüências intermediárias e não aproveitadas, espaço vago do espectro eletromagnético, assim chamado de “Espaço Branco”, entre as faixas de canais de TV. Continue lendo »


Sinn für das Mögliche

janeiro 19, 2008

Kunst und Gesellschaft

Kunst kann keine fertigen Lebensmodelle oder konkreten Antworten liefern, aber sie kann Fragen stellen. Kunst befördert den Erkenntnisprozess, wenn sie die Routinen unserer Wahrnehmung erschüttert, unsere Ordnung der Dinge verflüssigt, was wir für Wirklichkeit halten, auf den Kopf stellt. Continue lendo »


Percepção Inovadora

janeiro 14, 2008

Teórica ou pragmática?

É possível mudar… O pensamento é livre.

Não obstante o mundo de cada um de nós tenha seu próprio jeito de ser, próprio à individualidade, mal nos damos conta da possibilidade de ver tudo que nos rodeia sob outras óticas, no plural mesmo, nunca dantes imaginadas.

As nossas percepções normalmente não transcendem filtros aleatórios de tentativas de interceptação de pontos de observação de meios insólitos por causa de conceitos individualizados e rotulados já tidos como aceitáveis para cada experiência vivida, ou consolidação de pontos de vista previamente definidos no âmbito padrão. Isso tem seu lado bom pelo referencial que se tem de cada objeto em estudo como também pode atrapalhar princípios de mudança de raciocínio para situações ou decisões que poderiam ter outro desfecho caso esses estereótipos enigmáticos não existissem. Continue lendo »